Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Monastiraki square, Athens.
IMG_20160203_155403 (1)
Josair Bastos

Ágora

Espaço ao debate cultural e político

Dia de defendermos a vida. STF pretende legalizar o assassinato de nascituros

Os ataques do lobby milionário do aborto parece estar em seu auge no Brasil. Sabendo da quase impossibilidade de conseguirem a aprovação do aborto via Poder Legislativo, o caminho mais simples para a legalização de assassinatos de nascituros se dá via STF. Porém, tal via, de flagrante inconstitucionalidade e contrária à lei natural, provocará um tsunami de protestos contra o funcionamento das instituições.

grávida

Todos os que defendem a vida desde a concepção estão apreensivos com estas audiências que ocorrem no STF hoje, 3, terminando na próxima segunda-feira, 6. Não bastasse o tribunal estar tomando para si um atributo do legislativo, as escolhas dos expositores para as audiências  (feitas por Rosa Weber), demonstram que, provavelmente, teremos 30 pessoas defendendo o aborto e apenas 17 contrárias (veja a lista de expositores no blog da vida).

A discussão é totalmente desigual. Há de fato um grande risco dos ministros passarem por cima do Legislativo e, em julgamento que provavelmente ocorrerá daqui poucas semanas ou dias, aprovarem o aborto em nosso país até a 12.ª semana de gestação.

Pessoalmente estou preocupado e pessimista. Pelo histórico dos julgamentos da atual composição de ministros do STF, acho pouco provável os ministros sentirem-se intimidados pela pressão que o movimento pró-vida está fazendo.

Por isso, as ações em defesa à vida precisam intensificar-se. Não devemos respeitar uma lei, ou uma tentativa de lei, que seja iníqua, em detrimento a uma lei natural. Seja por meio de impeachment dos ministros que “legislarem”, tomando para si a competência que cabe somente aos representantes votados pelo povo, seja por uma intervenção popular, nossa manifestação deve ser firme e incisiva.

Seja como for, se inventarem tal lei, estarão claramente dando um golpe na constituição do Brasil. Não duvido que um dos motivos desta “emergência” em atropelar o Poder Legislativo e a Constituição do Brasil se dê por temor de que o próximo presidente seja desfavorável a legalização do assassinato de nascituros, o que dificultaria muito seus planos de legalização.

Enquanto muitos países (ao contrário do que prega as fake news de grande parte da impressa) estão restringindo cada vez mais o aborto, como a Polônia, Paraguai, Estados Unidos, Rússia, Chile… há um lobby milionário que pretende, as custas de sangue inocente, ganhar dinheiro implantando clínicas abortivas em nosso país. É a geração que assemelha-se ao nazismo, por conta de suas práticas de extermínio humano, como denunciou o Papa Francisco.

Não deixe de manifestar sua indignação contra estes ataques a vida humana.

Curta a nossa página no Facebook e o perfil do blogueiro.

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também