Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock.
Crédito: Bigstock.
Comportamento

A difícil arte de se comunicar com o parceiro

Que homens e mulheres para se comunicar usam formas diferentes todo mundo sabe. O difícil é lembrar disso nas situações do dia a dia

A comunicação entre homens e mulheres nem sempre acontece da forma mais suave possível. Elas gostam de deixar as coisas subentendidas, eles precisam que a informação seja passada da forma mais clara possível. Veja como essa falta de entendimento sobre como o outro se comunica pode terminar em confusão:

 

Crédito: Stefany Trianoski.
Crédito: Stefany Trianoski.

Laura e Pedro resolvem passar o fim de semana no litoral. Saem de Curitiba na sexta à noite e convidam um casal de amigos que apareceria no sábado pela manhã. A esposa tem pressa. Quer chegar logo e tomar providências para receber bem os visitantes. Logo após a primeira praça de pedágio, passam por uma barraca de frutas. Laura comenta:

– Que bonita a banana!

Pedro concorda. Percorridos mais alguns quilômetros, surge outro ponto improvisado de vendas e Laura diz:

– Veja, Pedro, a banana está bem madurinha. Parece tão gostosa!

– Parece mesmo! – volta a concordar Pedro.

Pouco antes da chegada a Caiobá, mais uma banca de frutas. E novo comentário da Laura:

– Banana boa e com bom preço.

Pedro segue e, ao entrar na garagem do prédio, uma Laura aborrecida, bem diferente da moça animada do início da jornada, o acompanha.

 

Crédito: Stefany Trianoski.
Crédito: Stefany Trianoski.

Manhã de sábado. Hugo e Márcia chegam ao apartamento dos amigos e, assim que se livram da bagagem, notam que Pedro e Laura não estão se falando. Em particular, já na praia, Pedro conta a Hugo que Laura está chateada porque se sentiu ignorada.

– Não entendo, Hugo, vim o mais rápido que pude porque ela queria chegar logo. E mesmo assim ela está emburrada. Tem lógica?

Ainda no apartamento, Laura também desabafa:

– Ai, Márcia, queria tanto e ele não parou para comprar banana. Não é pela fruta que estou chateada, mas pela falta de atenção dele.

– Você pediu e ele disse não?

– Ah, eu falei três vezes. Não pedi para parar, assim, com todas as letras, mas era óbvio, não acha?

 

E agora?

Quem tem razão? As mulheres provavelmente vão achar que Laura deixou claro que queria parar e comprar banana. Já os homens dirão que, neste caso, bastava ter pedido.

Ninguém está errado. É que a chave de comunicação de homens e mulheres é diferente. Elas tendem a preferir dar pistas para que os homens “adivinhem” seus desejos; eles, em geral, trabalham, com uma linguagem objetiva. Foi o que Hugo e Márcia explicaram aos recém-casados. E, como bons amigos, recomendaram que cada um procurasse sempre entender o estilo de comunicação do outro. Por isso, agora, a Laura brinca com o Pedro cada vez que pega a estrada e quer dar uma paradinha:

– Tá bonita a banana!

É a senha. Mesmo que seja só para ir ao banheiro.

 

Participe

Se identificou com a situação? Viveu algo parecido? Compartilhe sua história conosco!

Leia também