Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

7 maneiras de incentivar o bom relacionamento entre seus filhos

Apesar das peculiaridades que tornam o relacionamento entre irmãos único, cabe aos pais incentivar sempre o fortalecimento desse vínculo familiar

Se você pensar em como era sua infância em casa, principalmente se na sua família havia mais de um filho, certamente vai se lembrar de uma outra briga com seus irmãos. Mas ao mesmo tempo irá recordar dos momentos em que um defendeu ao outro, em meio a uma situação complicada. E apesar dessas peculiaridades que tornam o relacionamento entre irmãos algo único, cabe aos pais incentivar sempre o fortalecimento desse vínculo familiar. Pode ser que esse seja um grande desafio quando se tem filhos com idades diferentes, mas é uma causa que vale a pena seguir e que fará com que eles criem uma importante noção de família. Abaixo trazemos algumas sugestões inspiradas nas dicas de Dana Hall McCain, do site iMom.

1. Defina o quanto seus filhos serão próximos, logo de início

Principalmente quando um bebê novo chega em casa, os filhos mais velhos tendem a ser curiosos e querem estar por perto. A tentação dos pais nesse momento é dizer a eles que se afastem, para que o recém-nascido não se machuque ou fique irritado. Mas os abraços desajeitados entre eles são muito importantes para que os dois criem uma conexão e o sentimento de que pertencem ao mesmo grupo. Com o tempo, peça ao mais velho ajuda com o mais novo, por exemplo.

2. Incentive-os a criar memórias juntos

Experiências compartilhadas criam conexões entre as pessoas. E em família esses momentos são importantíssimos para reforçar os laços afetivos. Por isso, estimule seus filhos a fazerem determinadas atividades juntos, a formarem memórias boas durante viagens, a se ajudarem nas tarefas diárias.

3. Lembre aos seus filhos que os amigos vão e vêm, mas a família é para sempre.

Caso perceba em algum momento que seus filhos estão se ignorando e dando um valor maior aos amigos, lembre-os do compromisso familiar. Talvez eles nunca se tornem melhores amigos, mas há um tipo de cumplicidade existente somente entre irmãos e que nenhuma amizade pode superar.

4. Dê a eles tarefas para serem feitas em equipe

É claro que vez ou outra eles irão reclamar, mas é interessante que seus filhos façam algumas tarefas em equipe para que aprendam um com o outro. Se o filho mais velho tem mais experiência na limpeza das folhas na calçada, peça para que ele mostre ao mais novo como fazer, por exemplo. Ainda que com alguma resistência, esse incentivo fará com que eles criem a noção de cooperação.

5. Lembre seus filhos de ter compaixão um pelo outro

Talvez seus filhos sejam ótimos companheiros de caminhada, ajudando amigos e pessoas próximas. Mas quando estão em casa não conseguem refletir esse mesmo comportamento com seus irmãos. Isso pode acontecer por uma postura criada pelos mais velhos para impor respeito, por exemplo. Então, tente fazer com que eles tenham compaixão um pelo outro, que se ajudem como fazem com os que são de fora da família e que não tenham vergonha de demonstrar sentimentos. Se um deles é um aluno mais aplicado, motive-o a ser um exemplo para o outro, mas sem que haja rivalidade. 

6. Ajude seus filhos a desenvolver paixões e interesses em comum

Perceba os gostos de seus filhos: que estilo de música eles ouvem? Que esportes preferem? Quais as atividades extracurriculares são preferidas? A partir disso veja se algumas delas são comuns a eles. Se sim, incentive-os a compartilharem algumas delas para que possam se ajudar, conversar sobre o assunto e criar afinidade.

7. Fale sobre sua experiência com seus irmãos

Sempre que possível conte aos seus filhos sobre como você e seus irmãos se relacionavam na infância. Fale das experiências boas, mas também das ruins. É que assim eles podem ver que determinadas situações não acontecem só com eles (principalmente as chatas) e que no fim das contas, quando estiverem adultos, essas serão histórias interessantes para se contar.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também