Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

5 pessoas com quem você não deve se abrir sobre os problemas do seu casamento

Enquanto algumas pessoas podem nos dar a mão no meio da tempestade, outras podem nos ajudar a nos afogar.

Às vezes, um casamento pode parecer que esteja naufragando. Nessas circunstâncias, tendemos a nos abrir com pessoas que talvez possam nos confortar. Sentimo-nos melhores e mais estáveis quando podemos, no meio das dificuldades, conversar com pessoas que estão ao nosso lado e entendem a nossa dor. Algumas pessoas, porém, podem acabar nos ajudando a nos afogar no meio desse naufrágio, mesmo sem intenção. Confira:

  1. Parentes próximos

Parentes próximos costumam ter muita dificuldade para serem objetivos. Geralmente, eles tomam um lado da discussão e acabam se tornando cegos para os erros do lado que defendem e para os acertos do lado que atacam. Além disso, os parentes podem passar a sentir rancor e até mesmo a tratar mal o cônjuge que acreditam ser o problema. Pode acontecer que o casal consiga reconciliar, mas a fratura na família permaneça por causa do que os parentes ouviram sobre um dos dois.

  1. Pessoas do sexo oposto

Desabafar com um amigo do sexo oposto ao seu acaba intensificando o afastamento emocional do casal, à medida em que cria laços de confidência e consolo que têm por base as críticas ao comportamento do seu cônjuge. Não tem como dar certo, né? Optar por esse caminho pode acabar em infidelidade ou, no mínimo, em uma forte crise de ciúme.

  1. Pessoas que têm uma visão negativa do casamento em geral

Muitas pessoas têm uma visão negativa do casamento, seja por influência cultural – sabe aquele adesivo de “game over” com a imagem de um casal de noivos? – ou devido a experiências de fracasso nesse âmbito, consigo mesmo ou com seus pais. Essas pessoas avaliaram a sua situação através dessas lentes negativas, fruto de uma lógica parcial e muitas vezes egoísta, e não apostarão absolutamente nada na reconciliação ou no sucesso de sua reconciliação.

  1. Pessoas que têm uma visão negativa do seu cônjuge

Uma crise não é a hora de procurar aquele amigo ou amiga que sempre reclamava de seu parceiro. Eles podem até ter suas razões para não simpatizar com o seu cônjuge, mas é melhor não correr o risco de desabafar com quem, por princípio, discorda do seu relacionamento. Eles não vão querer encorajar você a fortalecer o seu casamento.

  1. Pessoas cínicas

Curar um relacionamento exige muita força e tomadas de atitude. Essas são qualidades que pessoas cínicas não têm. Essas pessoas são movidas pelo medo e pela mediocridade e por isso ironizam qualquer movimento de manifestação de amor pleno e os sacrifícios que ele exige. Procure conselhos de pessoas equilibradas, serenas e que acreditam que o amor nos faz mais felizes.

Com informações de All Pro Dad.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também