Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock
Crédito: Bigstock
Artigo

5 dicas de comportamento em redes sociais

A jornalista Soraia Lima dá sugestões sobre como se comportar (ou não) em sites como Facebook e Twitter, já que seus posicionamentos podem afetar sua vida profissional

Por Soraia Lima, jornalista, tem mestrado pela ECA-USP e atualmente é doutoranda na mesma instituição. Atua como docente no MBA Comunicação Empresarial e Mídias Digitais do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG) e, além da experiência acadêmica, já atuou como community manager do Scup, repórter e redatora na Editora Aranda e assessora de imprensa no SIEEESP.

As redes sociais são um importante instrumento de relacionamento nos dias de hoje e estar presente nelas nos auxilia não apenas em aspectos pessoais de nossas vidas, como também em aspectos profissionais. O que poucas pessoas entendem é que nosso comportamento nestas mídias digitais pode se estender para o mundo real, causando problemas e desconfortos inclusive para empresas.

Não acredita? Vamos a um exemplo: em julho deste ano, um funcionário da Apple, Doug Betts, entregou um dos projetos secretos da empresa ao fazer uma simples atualização de status em seu perfil no LinkedIn, uma rede social voltada para o mercado de trabalho. Isso porque ele era do departamento de produção da Fiat Chrysler e teria um cargo semelhante na Apple. Logo, os usuários começaram a associar que a empresa norte-americana teria um projeto na área automotiva.

Se uma simples mudança de status já causa tamanho impacto no mercado, imagina o que fotos inapropriadas, vídeos preconceituosos e comentários descabidos podem fazer para a sua imagem pessoal nas redes (e, consequentemente, fora delas). Assim, vamos a algumas dicas de como fugir de enrascadas e manter-se com um bom posicionamento dentro e fora do ambiente digital.

1 – Não se exponha além do necessário

As atualizações de status são frequentes e as mídias sociais nos incitam a mostrar a nossa vida em tempo real. No entanto, não precisamos informar a toda a nossa rede que estamos no banheiro ou que estamos com gases ou, ainda, informar que estamos com aquela ressaca.

Embora os registros sejam feitos em tempo real, lembre-se de que hoje vivemos a era dos buscadores, ou seja, qualquer informação é passível de ser encontrada, em qualquer lugar e a qualquer momento. Dessa forma, basta uma busca na internet para encontrar aquele depoimento vexatório ou aquele blog seu que você até tinha esquecido que havia começado há dez anos. Portanto cuidado.

2 – Evite certas imagens

Fotos e vídeos seus com trajes de banho ou em estado de embriaguez devem ser evitadas a todo custo. Claro que ninguém é santo. No entanto, ninguém precisa necessariamente saber quantas cervejas você tomou na noite anterior ou constatar sua forma física na internet. Caso seja imprescindível mostrar como estão suas férias em Punta Cana, utilize informações pessoais com moderação.

3 – Palavrões não são bem-vindos

Temos o costume de nos manifestar de maneira ainda mais espontânea no ambiente digital. Porém, podemos estender o manual de boas maneiras também para as redes sociais. Assim, procure não xingar ou utilizar palavras de baixo calão com frequência.

4 – Respeite o outro

Do mesmo modo que não é interessante expor a sua imagem de maneira constrangedora na internet, o mesmo padrão deve ser seguido ao publicar conteúdos relacionados a terceiros, principalmente colegas de trabalho.

5 – Não fale mal de colegas de trabalho e de empresas

Muitas vezes, as pessoas utilizam as redes sociais como um muro de lamentações, postando sua opinião sobre colegas e empresas. Esse pode ser um terreno muito perigoso, pois esses colaboradores e companhias podem ser seus recrutadores de amanhã, o que lhe deixaria em uma situação delicada.

Essas são dicas e servem sobretudo para alertar sobre possíveis problemas que poderá ter em um processo seletivo para uma vaga de emprego, por exemplo. De acordo com uma pesquisa realizada pelo portal de recrutamento CareerBuilder, 51% das empresas que pesquisaram sobre informações dos candidatos nas redes sociais desistiram da contratação como consequência dos conteúdos relacionados a eles no ambiente digital. Portanto cuide da sua imagem.

Leia também