Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Virtudes e Valores

4 maneiras de ser um ótimo padrinho ou madrinha

A profundidade da relação entre padrinhos e afilhados faz com que essa missão seja ainda mais especial

Ser escolhido para exercer a função de padrinho ou madrinha é uma grande honra. Além de ser uma demonstração de carinho e amizade, mostra o quanto os pais da criança confiam em você – a ponto de firmar com você o compromisso de auxiliá-los na transmissão dos valores mais importantes para o seu filho.

Alguns padrinhos fazem questão de estar presentes na vida dos afilhados em absolutamente todos os momentos, já outros são mais desligados ou não conseguem ser tão presentes, o que não significa que sejam menos envolvidos nesta grande e bela missão.  Reunimos algumas sugestões que podem ajudar qualquer tipo de padrinho a tornar o seu compromisso mais concreto e eficaz:

1) Fale sobre seus afilhados para Deus, antes de falar com seus afilhados sobre Deus

Os padrinhos podem – e devem – orar por seus afilhados, pedindo ajuda para cumprir sua missão. Menthière, um padre francês, disse certa vez ao site Famille Chretienne: “Acredito que a primeira responsabilidade de um padrinho ou madrinha é orar constantemente por seu afilhado. Quando você se compromete a educar na fé, você deve começar, como disse Santo Agostinho, falando dos filhos para Deus, e não falando de Deus para os filhos. Esse investimento em oração pode compensar a distância geográfica”.

Ou seja, ao invés de oferecer pilhas de livros sobre sua fé, inclua seus afilhados em suas orações, mantendo-os sempre nas intenções de seu coração.

2) Concentre-se na qualidade e não na pontualidade

Criar um relacionamento especial com seu afilhado não depende somente de não esquecer a data do seu aniversário e ligar, mas, sim, da qualidade do tempo que passam juntos. Saiba que esquecer uma data importante não significa que você não está atento à vida de seu afilhado. Pergunte-lhe sobre o que está acontecendo em sua vida, passe um momento a sós com ele durante um encontro de família ou amigos e, desta forma, você construirá um vínculo muito mais significativo, apesar do seu presente de aniversário chegar em tempo ou não. É claro que se fazer presente de alguma forma em datas importantes é um gesto de carinho que pode fazer a diferença, mas um cartão ou um presente de aniversário vindos de alguém que eles mal conhecem, significará menos do que um telefone atrasado de alguém que eles passaram a amar, respeitar e confiar.

3) Invista em mais momentos e tempo juntos

Você não precisa limitar as mensagens e ligações somente no dia do aniversário. Há muitos outros momentos na vida das crianças que podem ser significativos para elas saberem que você está pensando neles. Pode ser quando eles estiverem durante um período de provas escolares, quando ficarem doentes ou tiverem se machucado.

Para criar um relacionamento próximo é preciso ter um tempo juntos. Alguns padrinhos organizam dias ou até fins de semana para estar somente com os afilhados, sem os pais. Se você tem muitos afilhados, pode reservar uma data para organizar um dia especial ou um jantar com todos eles.

4) Dê testemunho da sua fé

A missão de um padrinho deve ser transmitir, tanto quanto possível, bons valores para que seu afilhado seja uma pessoa cheia de virtudes. Ao se esforçar para viver de acordo com a sua fé, você será naturalmente levado a testemunhá-la diante de seus afilhados. É a partir da observação das atitudes dos adultos próximos, que as crianças encontram referências de como agir em suas próprias vidas.

Com informações de Aleteia.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

 

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também