Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Virtudes e Valores

4 hábitos autodestrutivos para as mães

Algumas mulheres, ao desejarem ser as melhores mães que seus filhos poderiam ter, acabam negligenciando a própria vida

Durante a vida, algumas mães acabam adquirindo hábitos que se tornam verdadeiras armadilhas. E quando menos esperam elas já estão envolvidas em uma situação difícil de se desvencilhar, sobrecarregadas e em um processo de autodestruição. Um exemplo é o perfeccionismo, que leva essas mulheres a estarem tão preocupadas com a organização da rotina matinal da família e em deixar os filhos prontos para irem à escola, que esquecem de simplesmente abraçá-los desejando um bom dia de estudo. Aos poucos, o relacionamento mãe e filho vai se desgastando ao ponto de se distanciarem. É preciso estar atenta a alguns comportamentos como esse, que podem ser autodestrutivos para as mães. Listamos aqui alguns deles:

 

1.Nunca dizer não 

Mães desejam ver sua família sempre feliz. E na vontade de deixar todos confortáveis e tranquilos, é comum que essas mulheres esqueçam da importância de se dizer “não” a determinados pedidos. Quando se tenta realizar todas as suas atividades e ainda as dos outros, a mãe de desgasta e perde a oportunidade de ensinar aos filhos, por exemplo, que existem limites. Uma resposta negativa não será tão ruim assim e ainda fará bem à saúde.

 

2.Cuidar mais dos outros

Ajudar os outros e cuidar daqueles que se ama são grandes virtudes. Mas quando essa atenção é excessiva e essa mãe passa a olhar mais para os outros do que para si mesmo, isso se torna um problema. Antes de mais nada é preciso lembrar que só consegue ajudar o outro aquele que está bem consigo mesmo. Quando uma mãe negligência sua própria saúde, essa atitude afetará não só ela, mas também as pessoas que ela tem tentado ajudar por amor.

 

3.Comparar-se a outras mães

Essa é uma armadilha que não só as mães, mas qualquer pessoa deve fugir. Isso porque ela pode rapidamente sair do controle, principalmente em tempos de redes sociais. Quando uma mãe começa a comparar sua vida pessoal, seu trabalho, seus filhos, sua família, seu marido, a tendência é entrar num círculo contínuo de insatisfação. Na internet tudo vai sempre bem. Ninguém costuma colocar fotos de dias trágicos que viveu e parece que a rotina do outro é sempre maravilhosa. Mas, não. A mãe precisa olhar para si e perceber aquilo de bom que também tem.

 

4.Ser perfeccionista

O perfeccionista costuma ser bastante crítico consigo e com as pessoas que estão ao seu redor. Ele luta intensamente para perdoar-se por erros cometidos e está sempre buscando ser mais produtivo, para que tudo saia melhor do que o esperado e ele se sobressaia. Uma mãe perfeccionista coloca antes de tudo a ordem. Os filhos devem estar arrumados, a casa limpa o trabalho em dia. Essa mulher sente dificuldade em relaxar, acaba se sobrecarregando e pode até adoecer. Mas ninguém é 100% em tudo. Na verdade, ninguém precisa ser 100% em nada, porque seres humanos são passíveis de errar e tudo bem. É preciso criar padrões fáceis de manter e delegar tarefas. Talvez a perfeição que essa mãe tanto procura seja a soma das habilidades de todos na família.

 

Com informações de iMOM

***

Recomendamos também

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também