Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Natalidade

11 causas da crise demográfica, segundo a doutrina social cristã

Algumas previsões já anunciam que em 2040 haverá, pela primeira, vez mais idosos do que crianças no planeta

A população mundial envelhece em um ritmo crescente, fazendo emergir previsões como a de que em 2040 haverá pela primeira vez mais idosos do que crianças no planeta. Enquanto existem fatores muito positivos por trás disso, como o aumento global da expectativa de vida, essa inversão também se deve ao preocupante problema dos baixos índices demográficos em países desenvolvidos.

Quase metade dos países do mundo está em crise de natalidade. Por que isso é ruim?

“Embora as causas da diminuição da fertilidade no mundo sejam complexas, algumas já foram identificadas por demógrafos e várias são de ordem cultural, psicológica e moral”, afirma o professor Ángel Luis Toledano, que estuda o problema do envelhecimento demográfico à luz da doutrina social cristã. Em seu livro Hacia el equilibrio de la población mundial, Toledano elenca 11 fatores relacionados à queda da fertilidade. São elas:

 

01) A existência de uma mentalidade geral desfavorável ao casamento e uma idade mais tardia para se casar, junto com a difusão de novas formas de relacionamentos fora do casamento e o forte aumento dos divórcios.

02) O aumento no número de mulheres que trabalham fora de casa, sem a implementação de medidas que conciliem trabalho e vida familiar.

03) A ausência ou o atraso dos diversos governos em implantar políticas familiares que corrijam os desequilíbrios demográficos que várias regiões do planeta constatam há décadas.

04) A propagação de um pessimismo antropológico na sociedade industrial, fruto do individualismo e da competitividade.

05) A mudança de mentalidade em relação ao lugar da paternidade e da maternidade entre as prioridades de nossas aspirações.

06) A difusão irresponsável e o recurso sistemático às modernas técnicas contraceptivas, à esterilização e ao aborto.

07) O ambiente cultural materialista, que favorece quase que somente o progresso econômico, técnico e científico, desconhecendo a dimensão espiritual das pessoas e seu progresso moral.

08) A desvalorização secularista da proposta humanizadora e transcendente das diversas religiões.

09) A implantação de processos sociais individualistas que não levam em conta a dimensão social e comunitária das pessoas.

10) Determinado conceito de desenvolvimento em que o foco está em muitos anos de formação acadêmica, a incorporação das mulheres no mercado de trabalho, a mudança da estrutura da autoridade na família, o modo urbano de viver e outras aspirações legítimas, em vez da formação de famílias.

11) A situação de crise econômica e social em diversos países.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também