Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: instagram.com/lara_mara_sheila/
Foto: instagram.com/lara_mara_sheila/
Curiosidades

Você vai se impressionar com a aparência única dessas gêmeas albinas

Lara e Mara Bawar são brasileiras e suas fotos têm feito tanto sucesso que lhe renderam um contrato com a Nike

A beleza de duas irmãs gêmeas paulistanas de 11 anos está dando o que falar no Instagram. A dupla já assinou contrato com marcas como a Nike, a Insanis e a Bazaar Kids. A peculiaridade é que Lara e Mara Bawar têm albinismo, uma condição que ocasiona a falta de pigmentação na pele e nos pelos.

Filhas de um casal de Guiné-Bissau, seus traços chamaram no ano passado a atenção do fotógrafo Vinicius Terranova, que mora em São Paulo. Ele produziu um ensaio com as garotas chamado de “Flores Raras”. A irmã das duas, Sheila, de 13 anos, não tem albinismo, mas também participa dos ensaios e dos contratos.

“Sentimos que o albinismo é bonito, adoramos nosso cabelo, cor dos olhos e tom de pele“, diz Lara. Sua irmã Mara acrescenta que “crescer com esta condição foi incrível, nós amamos ser diferentes e estamos felizes com a nossa beleza única”.

Confira algumas fotos da beleza rara desse trio:

 

❤📸@viniciusterranova 👗Styling @suyane_ynaya “We are strong together” ❤

Uma publicação compartilhada por Lara Mara Sheila (@lara_mara_sheila) em

THANK YOU!!! PHOTO @viniciusterranova ☯️❤❤15K❤❤☯️. MUA @gabijovine WE ARE SO HAPPY TO HAVE ALL OF YOU ON OUR LIFES!! 🌸

Uma publicação compartilhada por Lara Mara Sheila (@lara_mara_sheila) em

We are featured on @dazed @dazedfashion With the Beautiful Photography of @annapmm and styling of @suyane_ynaya ❤️ Thanks !!!! 🎆

Uma publicação compartilhada por Lara Mara Sheila (@lara_mara_sheila) em

🌸🌺 Photography @viniciusterranova Styling @suyane_ynaya

Uma publicação compartilhada por Lara Mara Sheila (@lara_mara_sheila) em

Com informações de Jornal Ciência.

*****

Recomendamos também:

****

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também