Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Cartão de Natal de Trump traz de volta a frase "Feliz Natal", substituída por "Boas festas" nos últimos anos. Foto: Divulgação.
Cartão de Natal de Trump traz de volta a frase "Feliz Natal", substituída por "Boas festas" nos últimos anos. Foto: Divulgação.
Sociedade

Trump diz que Jesus “é o presente mais extraordinário” e traz de volta a palavra “Natal”

Trump tinha prometido trazer de volta a frase "Feliz Natal", substituída por sua versão secularizada "Boas festas".

Donald Trump fez nessa quinta-feira (30/11) o discurso mais cristão de um presidente dos Estados Unidos nas últimas décadas. Em um discurso durante a tradicional cerimônia de acender a árvore de Natal em frente à Casa Branca, abrindo oficialmente a série de eventos comemorativos deste mês, Trump falou durante quase 10 minutos sobre o resgate das tradições e a valorização das famílias, dizendo que Jesus “é o presente mais extraordinário de todos”.

A árvore inaugurada por Trump. Foto: Casa Branca
A árvore inaugurada por Trump. Foto: Casa Branca

“A história de Natal começa 2 mil anos atrás com uma mãe, um pai, seu bebezinho e o presente mais extraordinário de todos: o amor de Deus para toda a humanidade”, disse Trump no discurso, transmitido em rede nacional. “Para os cristãos, este é um período sagrado que marca a celebração do nascimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”.

Trump enfatizou que “Jesus mudou para sempre o curso da história humana”, pois “Não há quase nenhum aspecto de nossas vidas hoje que não tenha sido influenciado por ele: arte, música, cultura, leis e o nosso respeito pela sagrada dignidade de cada pessoa em todos os lugares do mundo”.

Ressaltando que “a família é o alicerce da sociedade”, ele disse acreditar que “o verdadeiro espírito do Natal não é mostrar aquilo que temos, mas quem nós somos. Cada um de nós é um filho de Deus. Essa é a verdadeira fonte de alegria nesta época do ano. É o que faz cada Natal ser feliz”.

Obama

O posicionamento de Trump é ainda mais impressionante quando contrastado com o de seu antecessor, Barack Obama. Em seu primeiro Natal na Casa Branca, Obama cogitou não incluir o presépio na decoração – uma medida que não vingou, mantendo-se a tradição de dispor um presépio na residência presidencial.

Os cartões de Natal enviados pela Casa Branca durante os seus dois mandatos costumavam ser protagonizados por fotos dos cachorros da família Obama, Bo e Sunny, com mensagens sem referências religiosas como: “Que o calor e a alegria dessas festas preencham o seu lar”. Até mesmo a palavra “Natal” – “Christmas” – era evitada nas mensagens de Obama, sendo preterida em favor de expressões como “Boas festas” – “Happy holidays”.

Os cartões enviados durante o governo de George W. Bush também costumavam trazer ilustrações com referências à neve e mensagens pouco confessionais, mas se destacavam pelas citações de versículos bíblicos.

Cartão de Natal assinado por Bush, em 2005, e o último cartão de Obama, em 2016. Foto: Divulgação
Cartão de Natal assinado por Bush, em 2005, e o último cartão de Obama, em 2016. Repare na citação de um salmo no topo do cartão de Bush e nas “assinaturas” dos cachorros da família Obama no outro cartão. Foto: Divulgação

Campanha

A questão foi até mesmo levantada durante a campanha presidencial em 2016, tendo Trump prometido que traria de volta a expressão “Feliz Natal”. “Você vai às lojas e não vê a palavra ‘Natal’. Só se diz ‘Boas festas’. Eu pergunto: cadê o Natal? Digo à minha esposa: ‘Não vá a essas lojas…’”, disse Trump durante a campanha. “Se eu for presidente, todos nós vamos voltar a falar ‘Feliz Natal’, pode contar com isso”.

De fato, no primeiro cartão de Natal de seu mandato, há apenas a inscrição “Feliz Natal e feliz Ano Novo”, além do selo presidencial e das assinaturas de Trump, sua esposa Melania e seu filho Barron – só isso, sem fotos nem ilustrações.

Em um tweet postado também na quinta-feira, Trump escreveu: “Hoje é um dia que eu esperei O ANO TODO. Você já me ouviu falar desse dia muitas vezes. Agora, como presidente dos Estados Unidos, é uma honra tremenda para mim finalmente desejar aos EUA e ao mundo um grande FELIZ NATAL!”.

A decoração de Natal da Casa Branca – que atrai milhares de turistas nessa época do ano – também ganhou uma versão muito mais caprichada no primeiro Natal da família Trump. Em um vídeo publicado pela Casa Branca, a primeira-dama Melania Trump – a primeira primeira-dama católica desde Jacqueline Kennedy – aparece interagindo com a decoração de tirar o fôlego e conversando com responsáveis pelo trabalho. Confira:

Com informações da Fox.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também