Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Instagram/Christina Lee Karas
Instagram/Christina Lee Karas
Casamento e Compromisso

Jovem que lutava contra câncer casa-se em hospital e morre 18 horas depois

Aos 31 anos, Heather enfrentava um severo câncer de mama, mas isso não a impediu de se casar com o amor de sua vida

Heather e Dave Mosher se casaram perto do Natal, rodeados pela família e amigos, em uma pequena capela no Hospital St. Francis, em Hartford, no estado norte-americano de Connecticut. Uma foto da celebração tem corrido o mundo e emocionado a todos, pelo fato de que, apenas 18 horas após ter se casado com o amor de sua vida, Heather morreu.

A jovem psicóloga de 31 anos enfrentava já há um ano um severo câncer de mama. A descoberta da doença aconteceu no dia em que Dave a pediu em casamento. E mesmo após Heather passar por duas quimioterapias e duas cirurgias, que não impediram que a doença se espalhasse, o casal decidiu manter os planos do casamento, que deveria acontecer em 30 de dezembro de 2017.

Com o avanço do câncer, entretanto, a cerimônia foi antecipada para o dia 22. Mesmo na cama do hospital, Heather colocou seu vestido de noiva, joias e teve um buquê de flores para seu dia especial. Christina Lee Karas, uma das amigas mais próximas de Heather estava na celebração como madrinha e fez algumas fotos do momento, incluindo a que ela aparece com os braços erguidos em comemoração ao momento.

Casados por 25 anos e divorciados há 3, ex-marido volta a pedir ex-mulher em casamento

Ao The Telegraph, o noivo disse que a imagem representa toda a força que sua amada tinha: “Embora o câncer tenha tomado todo o corpo dela, ela ainda mandava ali. E era ela quem mandava na situação, porque ela viveu mais do que qualquer um imaginou e chegou ao seu objetivo que era se casar. Ela é a mulher mais forte e mais determinada que eu já conheci em minha vida”.

A amiga e fotógrafa contou ainda sobre quão emocionante foi o momento e sobre a alegria que sentiu ao ver a felicidade de Heather. O sentimento, inclusive, foi o que motivou Christina a tirar as fotos daquele momento. “Parada ali, em frente a todos na capela, eu fiquei hesitante em pegar a minha câmera”, conta. “Mas como alguém que não queria ver mais nada ali, além da felicidade verdadeira de minha amiga, senti que precisava capturar as imagens, como se eu soubesse que aqueles seriam os últimos momentos dela conosco”.

Fotos da cerimônia, publicadas no perfil de Christina, no Instagram, têm rodado o mundo como um exemplo de esperança. “Heather conseguiu inspirar mais pessoas através de seu último ato de triunfo, bravura e amor, do que qualquer um de nós poderia ter imaginado”, disse a amiga. “Foi um milagre testemunhar o amor entre essas almas gêmeas”.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também