Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: Facebook/Emilie Larter
Foto: Facebook/Emilie Larter
Virtudes e Valores

Britânica de 25 anos adota bebê de quem cuidou como voluntária, em Uganda

A jovem aceitou deixar o Reino Unido e morar no país africano para ter o direito de adotar o pequeno Adam

A britânica Emilie Larter tinha 22 anos quando resolveu partir para a Uganda realizar um trabalho voluntário, em 2014, logo depois de terminar a faculdade. Mal sabia ela que a viagem de apenas dois meses mudaria sua vida de maneira tão determinante. Durante o voluntariado, Emilie amparou um bebê de apenas cinco dias cuja mãe tinha morrido no parto – e resolveu adotar a criança.

17855114_1895817800687180_3532306186379448603_oAo voltar ao Reino Unido, Emilie já estava decidida. Realizou várias visitas ao pequeno Adam nos meses seguintes, mas isso não bastou. Em Uganda, é necessário morar com a criança por um ano antes de adotá-la. A jovem não teve dúvidas: mudou-se para o país africano em agosto de 2016.

“Eu tinha muitas outras aventuras planejadas pelo mundo. No entanto, a vida tinha um plano diferente para mim”, conta ela no site criado para arrecadar fundos para a adoção de Adam. Emilie conseguiu um emprego para dar aulas em uma grande escola internacional na cidade de Jinja, mas foi demitida em dezembro. Depois disso, precisou criar a campanha de financiamento coletivo. Ela tinha estipulado uma meta de 4,5 mil libras, mas com a viralização sua história já arrecadou, em três meses, 22 mil libras, o equivalente a cerca de 86 mil reais.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também