Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: divulgação
Foto: divulgação
Virtudes e Valores

Brasileiro tetraplégico dirige carro usando comandos cerebrais

Toda vez que o piloto pensa em um comando, o software do sistema mapeia os impulsos elétricos produzidos pelas ondas cerebrais e os envia para um computador de bordo.

Rodrigo Mendes não tinha nem 20 anos quando um tiro no pescoço durante um assalto o deixou tetraplégico. Agora, depois de quase 30 anos, ele se tornou a primeira pessoa com tetraplegia do mundo a dirigir um carro usando apenas comandos cerebrais.

A tecnologia consiste em um capacete com sensores que é conectado ao motor do veículo. Toda vez que o piloto pensa em um comando, o software do sistema mapeia os impulsos elétricos produzidos pelas ondas cerebrais e os envia para um computador de bordo.

Aborto de bebês com deficiência é tema de campanha que viralizou nas redes sociais

Mendes precisou escolher três ações distintas para mandar o carro acelerar, virar à esquerda e virar à direita. A emoção de comemorar um gol é interpretada pelo sistema como o comando para aceleração. As outras ações selecionadas foram andar de bicicleta e comer algo gostoso.

Além dos sensores, o carro foi equipado com uma câmera frontal que detecta o traçado da pista. “Fizemos um algoritmo, baseado no vídeo feito pela câmera, que entende qual é o movimento ideal do volante”, explica à Exame Paulo Henrique Castro, diretor de tecnologia de transmissão da Globo.

Como um grupo de universitários está mudando a vida de crianças que não têm mãos

O carro também foi equipado com um receptor remoto e um sistema de controle, em que freios, embreagem e mudança de marcha podem ser acionados pela equipe de box. “Caso Rodrigo tivesse perdido o controle do automóvel, ainda teríamos a situação sob controle”, conta Castro.

O feito foi possível graças a uma parceria entre a Rede Globo e o Instituto Rodrigo Mendes, fundado por ele, que ajuda pessoas com deficiência a ter uma educação de qualidade em escolas tradicionais. Automóveis conduzidos por comandos cerebrais já tinham sido desenvolvidos em 2015, mas esta foi a primeira vez que um tetraplégico dirigiu um carro como esse.

 

Com informações de Exame.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também