Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Monastiraki square, Athens.
IMG_20160203_155403 (1)
Josair Bastos

Ágora

Espaço ao debate cultural e político

Trump, o presidente mais pró-vida dos últimos tempos

O movimento pró-vida americano está colocando o presidente Donald Trump no topo do ranking dos presidentes mais preocupados com a erradicação do aborto nos EUA e no mundo

trump

O movimento pró-vida americano está colocando o presidente Donald Trump no topo do ranking dos presidentes mais preocupados com a erradicação do aborto nos EUA e no mundo:

“O presidente Trump foi o presidente mais pró-vida da história moderna. Logo após ter assumido a Casa Branca, cortou as verbas da Cidade do México, que enviava milhões de dólares dos contribuintes para promover abortos no exterior”. Comentou Penny Nance, CEO e presidente da Concerned Women for America, em entrevista ao site Breitbart News.

Poucos dias após a sua posse, Trump reintegrou a “Política da Cidade do México”, que proíbe organizações não governamentais (ONGs), que recebem auxílio norte-americano, de realizar e promover o aborto no exterior.

Ao promulgar a política, Trump também expandiu-a, delegando o Secretário de Estado para garantir a proibição dos fundos dos contribuintes para abortos no exterior, em vigor na maioria dos programas globais de saúde dos quais os EUA fornecem assistência.

As realizações de Trump não param por aqui, como destaca Nance:

“Sua nomeação do juiz Neil Gorsuch para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos é uma nomeação pró-vida que terá ramificações muito tempo depois que o presidente Trump deixar o cargo. Ele também encheu o Departamento de Saúde e Serviços Humanos com guerreiros pró-vida que já estão fazendo diferenças positivas para a proteção do nascituro. Ele escolheu pessoas com sólidas credenciais pró-vida, como o vice-presidente Mike Pence para o aconselhar. Ele manteve – e eu vou acreditar que continuará a manter – as promessas que ele fez para o movimento pró-vida durante a campanha, de que fará uma lei proibindo abortos de 20 semanas e, em última análise, fechar o Planned Parenthood, com a ajuda de membros pró-vida.”

A nomeação de Gorsuch e outros juízes federais com credenciais pró-vida encabeça a lista de muitos líderes anti-aborto como reflexo do primeiro ano da presidência de Trump. O ativismo judicial liberal é a principal maneira pela qual a Planned Parenthood, a ACLU e outros no lobby do aborto, bloquearam as políticas pró-vida. Essas organizações desafiaram muitos legisladores estaduais liderados pelo GOP que aprovaram leis que restringem o aborto nos EUA.

Fonte: Breitbart e lifesitenews

Curta Ágora no facebook

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também