Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

5 dicas para fotografar crianças

Seguindo orientações simples você também é capaz de fazer registros de qualidade de lindos momentos dos seus filhos

Aos olhos dos pais, o tempo passa rápido quando se trata do crescimento das crianças. Em um piscar de olhos elas já não são mais bebês e, por isso, ter registros de cada fase em fotos é importante. Antes, com as máquinas que funcionavam com filmes, o trabalho era um pouco mais complicado e obter boas fotos era tarefa realizável só por profissionais, mas agora, com celulares sempre em mãos, obter qualidade nos cliques não é impossível.

A fotógrafa Grazi Ventura, especialista em fotos de famílias há sete anos, separou algumas dicas para ajudar os pais e mães na hora de fotografar seus pequenos:

 

1) Tenha sempre uma câmera por perto

Não precisa ser uma câmera profissional ou um celular de última geração. “Quem faz a foto é você. É o seu olhar, com seu instinto, paciência e vontade de estar ali”, conta a fotógrafa. Em lugares públicos, como escola, supermercado e restaurantes, o celular é a melhor ferramenta, pois dá maior liberdade para fotografar sem o questionamento de outras pessoas. Cuide dos lugares com pouca luminosidade e prefira imagens feitas ao ar livre.

 

2) Desenvolva um “pensamento fotográfico”

“Todos os momentos são especiais para deixar registrado”, diz Grazi. Pense em fotografia sempre. Isso vai “treinar” você a ficar de olhos abertos para alguma oportunidade de fotografia que antes não via. Observar a criança também é importante, para pegar os melhores momentos dela.

 

3) Tenha paciência

Não fique “pedindo” foto, mas deixe que ela aconteça naturalmente. Segundo a especialista, “o bom fotógrafo deve esperar o melhor momento acontecer”. Por isso, aproveite enquanto ela está brincando e não peça para que ela pare. Isso certamente a chateará e ela, provavelmente, fará a imagem de má vontade.

 

4) Diversifique momentos

Em nossas histórias existem choro, raiva, decepção, frustração, brigas e dor. Se queremos montar uma biblioteca de imagens que contem quem verdadeiramente fomos um dia, os momentos corriqueiros também devem ser fotografados. Fotos com cachorro, brincadeiras com a mãe, no colo dos avós, gargalhando e até chorando, são ótimas.

 

5) Agache-se

A última dica de Grazi é que você mude a perspectiva para enxergar da mesma forma que os pequenos. “Estamos muito acostumados a fotografar em pé para paisagens, selfies, amigos e festas, mas com as crianças é diferente”, explica. É cansativo, dói as pernas, a coluna, suja a calça, mas é a maneira mais interessante de se fotografar os pequenos. Além disso, você fica mais integrado ao mundo deles.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

Leia também