Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
bigstock--167328011
Trabalho

10 empresas que inovaram em ações que permitem conciliar trabalho e família

Essas companhias foram além daquilo que a lei exige e oferecem benefícios criados sob medida para pais e mães

Conciliar trabalho e família é uma questão que afeta não apenas o dia a dia de pais, mães e filhos, mas o país como um todo. É uma pauta que merece mais atenção tanto da política quanto do mundo corporativo. Algumas empresas já estão na dianteira, reconhecendo a importância de valorizar o convívio familiar de seus colaboradores e tomando medidas concretas para propiciar essa conciliação, indo, inclusive, além daquilo que a lei exige. Confira:

 

Natura

Na Natura a licença-paternidade é de 40 dias remunerados. Se o colaborador optar por emendar a licença com as férias, pode chegar a ficar 70 dias em casa com o filho e a esposa.  A empresa oferece berçário e creche para os filhos das colaboradoras, até completarem três anos de idade, o que permite que as mães amamentem durante a jornada de trabalho e acompanhem de perto o desenvolvimento dos bebês.

 

Netflix

Quem trabalha na Netflix tem direito a um ano de afastamento remunerado por ocasião do nascimento de um filho, sem distinção entre homens e mulheres. Além disso, a empresa não predetermina o período de férias e os dias de folga, de maneira que os colaboradores têm total controle sobre os dias em que preferem ficar em casa.

 

Google

A licença-paternidade dos funcionários da Google é de quatro semanas. E mais: a empresa reembolsa os gastos dos funcionários com serviços domiciliares, como faxina, lavanderia, jardinagem e até alimentação, durante os primeiros três meses de vida do filho.

 

Laboratório Sabin

A empresa oferece um auxílio-enxoval por ocasião do nascimento de cada filho àqueles colaboradores com mais de um ano de casa. Além disso, organiza a compra coletiva de material escolar, para ajudar a família a diminuir esse tipo de despesa.

 

Boticário

No Grupo Boticário, a atenção às colaboradoras mamães começa na gestação e segue até os primeiros anos de vida da criança. As gestantes contam com apoio nutricional e um programa especial de preparação para a maternidade. Depois do nascimento do filho, tanto colaboradores quanto colaboradoras recebem a visita de uma enfermeira para acompanhar os primeiros cuidados.

A empresa também oferece auxílio-babá (até a criança completar dois anos), apoio para a nutrição especial das crianças, creche ou auxílio-educação infantil, apoio para compra de material escolar, acompanhamento para filhos com necessidades especiais e sala especial para amamentação – onde a mulher pode esvaziar as mamas e armazenar seu leite em frascos previamente esterilizados.

Em São José dos Pinhais (PR), por exemplo, a empresa mantém há quase 20 anos o Centro Educacional Annelise Krigsner (CEAK), uma estrutura que oferece a crianças de até 6 anos atividades como teatro de bonecos, cinema, balé e judô, além de enfermaria, biblioteca, refeitório e serviços de pediatria. Nas outras unidades do grupo, os pais podem matricular seus filhos em creches credenciadas, recebendo o auxílio-educação infantil.

 

ASBZ Advogados

Na empresa, tanto a licença-paternidade quanto a maternidade são de seis meses. Além disso, os colaboradores são incentivados a trabalhar por home office, valorizando a convivência com a família.

 

American Express

Colaboradoras grávidas têm à disposição uma enfermeira para dar suporte a gestações de risco ou a necessidades de cuidados especiais com os bebês. Além disso, a empresa cobre em até 20 mil dólares tratamentos relacionados à gestação. Em caso de adoção, o colaborador recebe 10 mil dólares como ajuda de custo, além de assessoria jurídica gratuita. Os funcionários recebem 20 dias de cuidados de saúde subsidiados por ano para cuidar dos seus filhos ainda crianças, número que pode chegar a 40 dias em caso de pais de bebês de até seis meses.

 

Facebook

A empresa oferece aos seus colaboradores uma licença remunerada de seis semanas para ajudar nos cuidados de um membro da família que tenha uma doença prolongada. Além disso, oferece até 3 mil dólares por ano aos funcionários com filhos de até 5 anos para cobrir despesas com babás e, em caso de adoção, repassa 4 mil dólares para subsidiar os gastos com o processo. O Facebook também aumentou de 10 para 20 dias a licença por luto de um familiar.

 

Dell

Hoje quase um quarto dos funcionários da Dell trabalham de casa. A empresa oferece 360 dólares anuais para cobrir gastos com internet e mais 750 para equipar seus home offices.

 

Unilever

A empresa oferece, além de berçário para crianças de até 2 anos no edifício-sede, desconto em escolas conveniadas e cursos voltados para pais de crianças com necessidades especiais. Além disso, hoje 48% dos seus funcionários trabalham de casa.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também