Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

10 brincadeiras para fazer com as crianças na Páscoa

Para deixar a Páscoa inesquecível às crianças, que tal algumas atividades divertidas que ainda podem ensiná-las sobre a importância da data?

O domingo de Páscoa é uma data especial para estar com a família. Além dos chocolates e outras delícias preparadas para as crianças saborearem, é possível deixar o momento muito divertido – e até instrutivo – se algumas atividades lúdicas forem preparadas previamente, com capricho e dedicação. O Sempre Família trouxe algumas ideias:

 

  1. Salto do coelhinho: em uma calçada com giz colorido, faça duas linhas com pequena distância entre elas. Peça para que as crianças comecem pulando de um lado ao outro e, pouco a pouco, vá aumentando a dificuldade, separando as linhas para que pulem o mais longe possível. Caso chova, pedaços de fios de lã ou fita podem ser usados para as demarcações.

 

  1. Cordeiro de algodão: na internet existem vários moldes de carneiros para serem completados. Você pode pedir para que as crianças comecem pintando o desenho impresso e, na sequência, elas devem colar pedaços de algodão branco no animal. Se elas quiserem colocar outros enfeites, deixe-as à vontade. O importante é que durante o processo de trabalho elas ouçam sobre a história da ressurreição de Cristo e porque ele é chamado de Cordeiro.

 

  1. Coelhinho sai da toca: separe as crianças para que algumas sejam os coelhos e outras a toca. Os escolhidos para serem a toca devem unir as mãos no ar. As outras devem ficar agachadas em baixo da cobertura. Uma das crianças deve ficar no meio da roda e gritar: “Coelho sai da toca!” e ao fazer isso os coelhos devem correr para a outra toca. Quem está no meio tem a oportunidade de ficar com um dos lugares. Quem ficou sem toca, vai para o meio e começa a história de novo. Bambolês podem ser usados como toca, também.

 

Saiba o que acontece com seu corpo quando se come chocolate demais

  1. Rabo do coelho: semelhante à brincadeira tradicional de Festas Juninas, mas ao invés de um burro ou cavalo, aqui quem vai receber o rabinho de lã ou algodão, é o coelho. Desenhe ou imprima um coelho grande e cole em uma parede. A criança recebe o rabinho e é vendada. Alguém gira ela para um lado e para o outro e aí ela sai para colocar o pedaço de algodão (ou lã), no lugar certo.

 

  1. Caça aos ovos: essa é tradicional. Antes que as crianças cheguem, esconda ovinhos de chocolate pela casa e quintal. Entregue a elas cestinhas e vá dando pistas de onde podem estar escondidos os tesouros. Patinhas feitas com tintas ou farinha molhada podem deixar a brincadeira mais divertida para elas.

 

  1. A careta da cenoura: corte rodelas de cenoura e separe as que sejam médias e grandes. Cada um deve colocar um pedaço no olho, com a cabeça inclinada para trás. Com um apito dê o sinal para que os jogadores comecem a competição, levando a rodela de cenoura dos olhos até a boca. Caiu perdeu! E não pode colocar a mão.

 

  1. Pintando ovos: cozinhe ovos de galinha e entregue tintas coloridas. Elas podem pintar com os próprios ou dedos ou com pincéis. Quando todas terminarem podem fazer uma grande exposição e, depois, comê-los!

 

  1. Estrada da Páscoa: na imagem abaixo, que pode ser impressa, há um jogo bem interessante para poder ensinar as crianças sobre o que aconteceu durante a Semana Santa.

Conheça o significado de 5 símbolos da Páscoa

 

  1. Amigo ovo/choco: é como um amigo secreto normal, mas aqui o presente é comestível! Você pode entregar os papéis com nomes alguns dias antes do domingo de Páscoa ou fazer o sorteio na hora mesmo. Como ovos podem estar um pouco caros, há a opção de barras de chocolate, que são igualmente deliciosas. Se for só entre crianças, ajude-as a descrever os amigos na hora.

 

  1. Ovos na colher: em uma gincana comum são usados ovos cozidos, mas aqui é possível trocá-los por ovinhos de chocolate. A lógica é a mesma e o importante é andar o mais rápido possível, e até correr, se as pequenas conseguirem, sem deixar o objeto cair da colher.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também